ARTIGOS





Saber calar

Em nossa mente ainda não medimos as consequências do que falamos e muito menos do que pensamos.
Todos somos juízes e réus em comentários desprovidos de amor. Saber calar, antes de tudo, é um grande exercício de humildade e caridade. Controlar a língua que se transforma em dardo venenoso, é para nós uma tarefa imprescindível e de inimagináveis consequências, tanto no campo das boas resoluções, quanto nas condenações que executamos sem o critério do perdão incondicional.
 Quantos males poderiam ser evitados se agíssemos com mais moderação? Quantas dores resultam de nossa ganancia e da falta de respeito pelas fraquezas alheias?  Não só de pão nós viveremos, mas de tudo o que sair de nossa mente em forma de palavras e atitudes.
Somos sempre vitimas de nossas próprias palavras. Cada fala e cada comentário carregam consigo energias que lhes são semelhantes. Os comentários maldosos sobre as atitudes desta ou daquela pessoa geram em nosso psiquismo, ondas magnéticas desarmônicas que nos sintonizarão com pessoas de psiquismo semelhante, sejam no plano físico ou espiritual.
Nossas reservas de luz, conquistadas nos campos do amor estão sempre carecendo de reposição continua, pois nossas palavras e atitudes ainda demonstram nossa falta de bom senso diante das diversidades da vida. Um grito de socorro ecoa em todo o planeta, nós que somos espíritos imortais, queremos a liberdade homologada por Deus no ato de nossa criação. Para poder expressar o nosso amor por nossos amores da forma e na condição que nos inspira as nossas almas.
Saber calar é aprender a ouvir, é sentir no semelhante à extensão de nós mesmos. E a cada um de nós, Deus nos entrega à missão, para entendermos através das vidas sucessivas que somos todos irmãos.
Contudo, é sempre na busca deste pensamento de irmandade que encontraremos nossas grandes dificuldades de exemplificar este tão nobre sentimento de nos aceitarmos como verdadeiros irmãos, respeitando as diferenças e buscando sempre a atual necessidade de aprender a amar sem esperar que o outro nos ame também.
Quando nossa mente se harmoniza, a nossa boca silencia, nossa alma se inspira projetando palavras, e versos de amor. Deste modo sabendo ouvir, aprendemos a reproduzir melhores   diálogos com os nossos semelhantes e diminuindo assim a criação de novos desafetos.
Saber calar é aprender a compreender nossos irmãos de caminhada terrena, entendendo que não são os sãos que precisam de médico, mas sim, os doentes da alma.
 Mas lembre-se: Tudo inicia-se  em sua mente, desde os gestos mais generosos aos crimes mais hediondos.   E a cada um, segundo aquilo que pensou e realizou. Deus jamais coloca fardos pesados em ombros fracos, somos todos capazes de irmos muito mais além. E quando nossa boca se fecha para toda calúnia e maldade, nosso coração se abre para receber Jesus. 

 Denílson Alves 














“Bom dia”

-Ainda que não percebas a vida não para, nada cessa tudo se move em um sincronismo perfeito com os propósitos do criador.
-Queres um bom dia? Procure desejar também um bom dia, não apenas as pessoas que te rodeiam, mas também as formas minerais, vegetais e animais que dividem o espaço físico com o teu ser.
-Ainda que nunca tenha refletido, você é um ser que vive que respira, e recebe todos os dias inúmeras riquezas sem perceberes.
Sinta o ar que respiras, lembra! Ele nada te custou, mas Deus mesmo assim colocou agentes da natureza que trabalham incessantemente para a manutenção de tua própria vida.
-Ainda que não tenhas percebido pudestes nutrir e fortalecer o teu corpo físico no dia de hoje com o alimento que em tua mesa Deus te concedeu.
-Pensas que foram tuas moedas que lhe garantiram o alimento no dia de hoje? Ainda que não tenhas percebido, mãos abnegadas trabalharam e suaram muito nos campos para que em a tua mesa encontrásseis a tua refeição.
-Olhe! E reflita! Perceba o que te atrapalha a caminhada evolutiva, seja pelo orgulho ou o egoísmo, ainda não conseguimos perceber que somos sempre os que menos trabalhamos na seara divina, mas mesmo assim somos sempre os que mais recebemos.
-Por isso pare de reclamar valorize mais os segundos de tua vida, pois eles não voltam mais, esta vida é única, mesmo vivendo muitas outras existências, esta vida é única, por isso faça a sua vida valer apena , perdoe mais, critique menos, facilite mais e complique menos.
Ame incondicionalmente para teres sempre em teu caminho um “Bom dia”


(D.A.R)







                           Vitimas do Orgulho


 Cada ser carrega consigo a razão que lhe é percebida pela capacidade que tem de entender a vida. Somos todos vitimas do orgulho, pois cada ser possui em sua consciência os flagelos destruidores na sua mente.
 Encontramos sempre muitas dificuldades para fazer o que é correto, mas nem sempre o que é certo para nós é correto para o nosso semelhante, por isso o que nos aconselha o mestre Jesus é que, vigiemos com muita atenção nossos atos, não se esquecendo de orar para que se conquiste o equilíbrio necessário diante das provas de cada dia, e que façamos sempre ao outro aquilo o que desejaríamos que nos fosse feito também por eles.
Ao observarmos a vida por esta lente encontraremos sempre o apoio necessário para não sermos presas fáceis dos nossos sentimentos egoístas e voltemos a cair de novo nas ciladas do nosso orgulho.
(D.A.R)






Somente Eu

Nossos dias passam, mas nossos sofrimentos permanecem, as dores nos provocam reflexões e assim é que realizamos a auto- avaliação de nossas caminhadas.
Muitas vezes criamos trevas onde já existia a luz, provocamos lagrimas onde outrora havia sorrisos, vivemos superficialmente quando deveríamos viver intensamente o Amor e a convicção da fé nos ensinamentos que com Jesus já conquistamos.
Sempre muito numerosos são os apelos de todas as almas sofridas que padecem as margens do erro e do desanimo.
Vivemos intensamente a faze do “EU” esquecendo que somos todos nós irmãos de muitos, difícil também é tornar-se o ser, aprender a crer confiando na justiça divina que a tudo preside.
Quando nos tornamos dóceis diante das lições que nos são endereçadas, aprendemos que tudo depende da nossa vontade, pois as forças do bem só influenciam em nós quando cooperamos também com ela.
É assim que entenderemos um dia que não são os outros, mas sim “EU” Somente Eu!Que poderei mudar a rota de minha existência seja para o bem como para o mau, ambas nos trarão sempre muitas lições basta apenas eu escolher ou pelo “amor ou pela Dor” a decisão é sempre nossa, pois Deus sempre nos oferece o melhor para nossas vidas.

(D.A.R !!!)







Nenhum comentário: